O que faz o Psicólogo Perinatal?

O psicólogo que trabalha na área perinatal oferece suporte psicológico durante toda a gestação, em casos de infertilidade e tratamento de fertilização (atuando no preparo emocional dessa possível gestação).

Também atua na depressão pós-parto, assim como também no luto perinatal, seja uma perda que ocorreu ainda na gestação ou após o parto, auxiliando na elaboração dessa perda.

Oferece suporte a tudo que envolve o ciclo gravídico-puerperal: o nascimento do bebê, o planejamento familiar, tentativa de engravidar, auxilia no puerpério, em casos de adoção, na saúde mental materna, na construção do vínculo mãe-bebê, na conjugalidade diante de novos papéis, dentre outros aspectos da parentalidade.

O que é um pré-natal psicológico?

É um acompanhamento realizado pelo psicólogo (em conjunto com o médico obstetra) que oferece suporte emocional, trabalha todas as demandas que possam surgir no período gravídico-puerperal, desde os mitos da maternidade, os medos, as idealizações, as mudanças no papel familiar e social, alterações na libido, conflito conjugal, dentre outros.

Quais os benefícios do acompanhamento psicológico perinatal?

Bem-estar emocional durante a gestação, redução do estresse, da ansiedade… além de trabalhar todos os medos e idealizações relacionados a gestação, ao parto, atuando também na prevenção da depressão pós-parto, preparando a mulher para o puerpério, dentre outros benefícios.

Uma reflexão final…

Infelizmente, muitas mulheres sofrem em silêncio todas as dificuldades vivenciadas na maternidade. Isto pode ocorrer em decorrência de críticas, julgamentos, ao mito social de uma maternidade perfeita.

Essas mulheres adoecem, se veem perdidas, sozinhas e culpadas por toda a angústia que estão sentindo. Ela acredita que deveria estar feliz constantemente com a chegada do bebê e que precisa dar conta de tudo o tempo todo para ser uma boa mãe. No entanto, estas questões podem causar intensa sobrecarga e estresse, gerando ansiedade, medo e angústia.

O que essa mulher precisa saber é que ela pode falar sobre isso, que ela não é menos mãe por isso e que ela não está sozinha. 

Suzanne
@suzannelealpsi

Publicado por Suzanne Leal

Psicóloga. Site: suzannelealpsi.com Instagram: @suzannelealpsi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: