Deixe ir o que não te serve mais

Às vezes sofremos e nos angustiamos por buscar um “eu” que não existe mais.
Buscamos na memória recordações de felicidade, paz e desejamos a qualquer custo nos sentirmos como na nossa lembrança. Desejamos a qualquer custo recuperar aquele sentimento de êxtase e leveza.
Acontece que nossa mente é trapaceira, muitas vezes torna uma lembrança melhor do que já foi. Além do mais, o seu “eu” da memória não é mais o seu “eu” de hoje.
O seu “eu” de hoje vive um outro momento, com outros sonhos, outras expectativas, algumas coisas deixaram de fazer sentido e outras se tornaram imensamente importantes.
Por isso, não tome decisões pautadas em quem você era, mas sim em quem você é hoje. Concentre-se em como você pode se sentir agora.
Você está em construção e o autoconhecimento é um aliado neste processo.

Busque ajuda.

Suzanne
Psicóloga
@suzannelealpsi

Mais informações e agendamentos: (86) 9 9803-9984


Você também pode gostar


Publicado por Suzanne Leal

Psicóloga. Site: suzannelealpsi.com Instagram: @suzannelealpsi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: